unilateral

Unilateral

A ação individual UNILATERAL foi realizada em 28 de Junho de 2016
 

  CRÉDITOS :

Autor:

deni corsino

Fotografia:

deni corsino

Assistente de fotografia:

aline corsino

Fotoperformance

Local: Muro da Av. Mauá - Porto Alegre - RS, Brasil

 

 

 

 

 

Unilateral. A tentativa de interação sujeito – MURO indica a intenção situada de um só lado. Como sujeito observo a imparcialidade do objeto. O corpo, como superfície em movimento confronta o MURO, superfície estática e procura entendê-lo a partir da aproximação e contato. Mergulho no objeto, atendendo às limitações impostas pelo mesmo, percorrendo-o sensorialmente, inscrevendo em cada gesto a memória da cidade quase como uma dança rica em percepções.

O MURO se torna verdadeiramente relevante àqueles que se propõe a vivenciar o espaço urbano cotidiano. Esta interação permite-nos compreender a ‘cidade como ambiente de existência do corpo’  (JACQUES, 2008, 187). O objeto tridimensional MURO inclina-se para um só lado: aquele da não-interação. Sujeito e MURO, cada um na sua egoísta unilateralidade.

                                                                                        Deni Corsino, 2016

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now